SEMANA PADRÃO R2

   Além das atividades diárias na APS o residente terá oportunidade de passar pelos serviços secundários de Catanduva, principalmente no segundo ano de sua formação, possibilitando o conhecimento sobre o funcionamento da rede de saúde, gerando uma maior resolutividade e obtendo novas fontes de conhecimento para aprimoramento de suas competências clínicas, bem como para realizar paralelos entre as condutas baseadas em evidências e as experiências práticas dos profissionais que vier acompanhar com as adaptações que existem nos mais diversos cenários e situações, uma vez que, mesmo nas condutas baseadas em evidências, devemos entender o ser humano em todo seu contexto familiar e comunitário.

semana_padrão_do_R2.jpg
 

ATENDIMENTOS

O modelo da semana padrão do Residente está em sinergia com as atividades diárias da equipe em que ele está inserido, as quais seguem o modelo de Acesso Avançado preconizado em todo o município de Catanduva. No segundo ano, foi preconizado uma quantidade de 12 DE e 6 agendados para cada turno  (15 minutos para cada DE e 20 minutos para os agendados). Nos momentos da DE dos residentes, os preceptores ficarão de apoio para discussão de caso e atenderão as demandas extras para proteger o tempo de consulta combinado. O Residente terá liberdade para coordenar seus agendamentos, desde oferte espaços suficientes para as linhas de cuidados de puericultura e pré natal.

PLANTÕES

Os plantões serão divididos em Clínica Médica, Pediatria e Ginecologia Obstetrícia e acontecerão semanalmente. Cada residente deverá passar 12 plantões em cada área, totalizando 36 semanas de plantões no ano do R2.  O plantão de Clínica Médica poderá ser realizado na sala vermelha da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) ou no HPA (Hospital Padre Albino), conforme a acordado entre as intituições e o programa de residência. Os plantões de Pediatria e Ginecologia Obstetrícia serão efetuados no HPA.

ESTÁGIO ELETIVO

O residente do segundo ano tem um mês reservado a estágio eletivo, podendo ser realizado no local de preferência do residente, desde preencha requisitos básicos a serem elencados pela supervisão do programa, como locais com qualidade de ensino e preceptores médicos de família e comunidade.

 

As Atividades de Ensino, Matriciamento, Visitas Domiciliares, Vigilância, Abordagem Comunitária, Reuniões de Equipe, Reuniões NASF e Educação Permanente continuaram protegidas na agenda do R2.

Estágio em outro setores da RAS:

 Centro de Atenção Psicossocial - CAPS II
 Centro de Atenção Psicossocial - CAPS AD
 Regulação Médica - Secretaria Municipal de Saúde (SMS)
 Gestão e coordenação da APS -Mahatma Gandhi e SMS
 Saúde suplementar
 Estágio de Saúde Prisional - Araraquara
 Estágio de Saúde da População em Situação de Rua - Equipe Consultório na Rua
Ambula´torio de infectologia - HIV/AIDs